Vendas

Vender para Leads: 3 Erros que Atrapalham as Agências

vender para leads

Conhecemos tão bem a importância de investir em marketing digital que já demos várias dicas sobre o assunto. No entanto, essa prática vai muito além de divulgar a marca e se relacionar com seu público. Afinal, também aumenta a capacidade da sua agência de vender para leads.

Quando a estratégia de marketing gera interesse, é essencial saber administrá-la para gerar retorno, certo? Se não, o investimento não alcançará o objetivo que você deseja nem o crescimento para seu negócio.

Então, selecionamos os 3 maiores erros cometidos por agências de marketing que interferem nos resultados e nas vendas do cliente. Continue lendo para evitá-los.

Leia também:

Google Ads: a importância de trabalhar esta ferramenta na sua agência

As top 4 ferramentas para capturar leads no site

Conheça os 3 principais obstáculos em vender para leads

Certamente, conhecer o alcance e o público da empresa é uma enorme vantagem desde o começo do planejamento de marketing. Isso porque fica muito mais fácil desenvolver conteúdos, métodos e investimentos assertivos, que divulguem a marca a quem realmente se interessa, e conquistar leads.

Como nem sempre os gestores têm o fundamento necessário, claramente contar com uma agência especializada é a melhor opção. Mas elas também estão sujeitas a errar em algum momento do processo.

Abaixo, listamos os 3 lapsos mais cometidos que podem interferir nos seus negócios.

Não falar a linguagem do cliente

Você é quem melhor compreende sua agência, seus processos, suas carências e qualidades. Afinal, estudou sobre sua área de atuação, sabe como as coisas funcionam no dia a dia e quem trabalha com você. Então, talvez seu vocabulário tenha termos técnicos.

Mas se seu cliente for completamente leigo no assunto, essa diferença de linguagem pode te atrapalhar em vender para leads. Por isso, seja o mais informal e objetivo possível, deixando o material mais fácil de entender e acessar.

Hoje, consumimos muitas informações por minuto com smartphones, redes sociais e buscadores. Ou seja, quanto mais relevante e atraente for seu anúncio, mais você chamará a atenção e o interesse do seu público.

Aliás, já dizia o ditado: “menos é mais”. Então, atenha-se ao que realmente importa e deixe-o curioso o suficiente para buscar o restante por conta própria.

Não fazer marketing para a própria agência

É bastante comum acreditar no poder do “boca a boca”, que realmente funciona, mas é ultrapassado e não seguro continuar dependendo de indicações, principalmente hoje. Mais uma vez, enfatizamos o valor do marketing digital.

Apesar de a concorrência ser grande e o negócio poder ser pequeno, já falamos sobre terceirização ou departamentos internos. Citando, contar com a experiência de profissionais especializados para alavancar sua empresa.

Demorar para dar retorno aos leads gerados

Muito relevante em vender para leads, o último erro é demorar para dar retorno aos leads gerados. Isso seria perder a chance de venda por causa de um retorno lento, ignorando todo o trabalho realizado para chamar atenção.

Além disso, estude seus leads, que são diferentes entre si e geram retornos também diferentes. Por exemplo, um contato que leu seu blog e solicitou um orçamento ou recebeu seu anúncio nas redes sociais. Ambos são uma janela de oportunidade.

O tempo ideal de resposta para a possível venda seria de 5 minutos. Neste meio-tempo, é bem provável que a página continue aberta, pois a busca pelo produto ou serviço ainda está sendo feita.

Inclusive, você sabe que o visitante não está ocupado ou em reunião, um momento incômodo para entrar em contato.

De qualquer maneira, demorar pode fazê-lo desistir de fechar negócio ou procurar o concorrente, que pode retornar antes e capturar seu lead.

Enfim, ainda é necessário identificar onde ele está no funil de vendas.

Vender para leads em diferentes etapas

É interessante observar onde seu potencial cliente se encaixa nos diferentes momentos. Dessa forma, você oferece um atendimento mais assertivo e eficiente, garantindo um negócio fechado.

  • Topo do funil: investimento para alcançar um possível lead. Ou seja, oferecer seu conteúdo, chamar atenção e se tornar visível;
  • Meio do funil: agora lidando com o lead, retornar seu contato e aproveitar a janela de oportunidade, ajudando-o com dicas e respostas;
  • Fundo do funil: aqui, os leads se tornam oportunidades. Este é o momento de mostrar que a parceria entre vocês é perfeita.

Por fim, o funil de vendas é concluído com a compra do produto ou serviço.

Com conteúdo de qualidade, fica mais fácil realizar mais vendas e elevar sua marca, não é mesmo?

Autor

Heloisa Dias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos cookies para garantir a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você está satisfeito com ele.